AUTO ESTIMA!





Alguma vez na sua vida você já olhou no espelho e se sentiu mal com algo? Barriga, nariz, cabelo, seios...
Sim, é a minha resposta pra essa pergunta. Desde muito cedo, por uma série de fatores, meus seios começaram a crescer e junto com eles todos os meus complexos. Sempre que paro pra pensar na minha infância, nos tempos de colégio eu lembro do quanto o tamanho deles era motivo de chacota, de piada e coisas do tipo. Eu sempre fui muito magra, baixinha, toda miudinha e meus seios sempre se destacaram por serem grandes. Não que eles sejam enormes, mas são totalmente desproporcionais para o meu corpo.  
Todas essas piadinhas, olhares "maldosos", etc e etc causaram traumas enormes na minha auto estima. Eu mal uso biquíni e mesmo quando uso tenho que pôr alguma blusa por cima. Tem também algumas roupas que eu não uso por achar que vai expôr demais os meus seios, eu não me sinto a vontade pra ficar nua na frente de ninguém (nem mesmo da minha mãe), fora o peso que já prejudica há anos a minha coluna.

Algumas de vocês que tem pouco seio deve ser perguntar o porque de eu me incomodar com algo que vocês até desejam. Mas é como não se sentir bem com o seu nariz, com sua orelha, com seu peso. Auto estima é muito importante, pode parecer futilidade, mas não é. Uma pessoa que está bem consigo é segura pra fazer coisas simples como andar na rua, tirar fotos, usar qualquer roupa.
Quando a gente não tá bem, algo tem que ser feito para mudar. Primeiramente tente não se olhar no espelho com os olhos dos outros, é, pare de olhar no espelho procurando o "defeito" que aquela pessoa diz existir em você. Olhe com seus olhos, procure a parte que você mais curte no seu corpo, admire e realce isso.

Se você consegue olhar pra você e mesmo assim se sente muito incomodada ou insegura com algo, vá atrás e procure mudar. Foi a minha escolha, eu corri muito atrás de uma cirurgia, tem um valor nada acessível pra mim, mas isso não foi motivo pra que eu desistisse.
Eu consegui, eu vou mudar. Vai ser uma mudança externa, mas que vai afetar muito mais o meu interior, a mulher/menina que sou, vai tirar aquele peso (literalmente), das minhas costas, aquele passado traumático.

O que eu espero da vida depois disso? Ah, eu espero poder usar vários biquínis lindos na praia sem ficar envergonhada por ver alguém olhando pra mim. Espero usar várias brusinhas lindas e bodys sem aquela preocupação do sutiã. Espero me sentir linda e segura quando estiver nua na frente de alguém. Espero melhorar do meu problema de coluna (risos), espero ter a auto estima lá no céu, eu espero ser leve e ser livre, porque ficar presa na insegurança é uma tortura, e liberdade é a melhor sensação da vida.


2 comentários:

  1. eu achei maravilhoso cada palavra, e a mensagem que vc tras no fim de tudo pra quem lhe acompanha sua linda. espero que vc passe por toda cirurgia bem, e volte pra nos contar como que ta sendo a nova vida.

    ResponderExcluir
  2. Ai, que bom que gostou Mari.
    Estou ansiosa, doida pra contar tudo depois da cirurgia.
    Beijos <3

    ResponderExcluir